terça-feira, 25 de dezembro de 2012

PRECISO DE AJUDA!


Meu Deus, em três anos engordei mais de 30kg, o dobro daquilo que perdi também em três anos.
Tinha uns 80 kg e nem sentia, ou via isso. De repente, uns problemas na minha vida que me fizeram não comer o bastante e andar muito em busca de emprego ou momentos para pensar. Sem querer ou programar eu estava seguindo um programa de emagrecimento que TODOS me dizem agora para fazer.
Andava, andava e não comia. Primeiro que eu tinha tempo para isso, andar e precisava espairecer, pensar... Não tinha mesmo o que comer, faltava esse item na minha casa. Comia o que tinha e quando tinha. Por três ou quatro anos foi assim e então  um dia alguém me disse que eu emagrecera, nem senti, nem vi. Achei exagero delas. Todos começaram a me elogiar, dizer que estava LINDA, viu, LINDA PORQUE NÃO ESTAVA GORDA, O QUE LEVA A CONCLUSÃO....
Bem, eu comecei mesmo a me sentir bem, bonita, desejável, me olhava no espelho, tinha vontade e prazer em experimentar roupas, cada vez menores. Do manequim 48 desci a 42, quase 40. O tempo passava e eu permanecia magra. Aí, não sei quando ou como aconteceu e recomecei a engordar. Fazia as mesmas coisas, comia as mesmas coisas e meu corpo ganhando gordura! O trabalho apareceu mas não como emprego (carteira assinada), ainda tinha(tenho) insegurança quanto a continuidade de ganhar o sustento.
A dieta era a mesma e as caminhadas para pensar cessaram, por falta de tempo.
Entrei na MENOPAUSA E TUDO FICOU LENTO, OU PAROU MESMO. Engordei, engordei e o pior que EU VI tudo isso acontecendo e não conseguia parar!
Busquei tratamento e consegui num  primeiro momento emagrecer uns quilos que logo foram readquiridos sem o menor esforço.  A insegurança do emprego, do trabalho era (é) forte. Fiquei sem dinheiro e condições de pagar o tratamento. Continuo trabalhando muito e ganhando quase nada. A alimentação está normalizada, ou melhor, a oferta está normal. Eu não. Eu como e mesmo sabendo que NÃO DEVIA COMER AQUILO, é o que como para depois me culpar.
Não estou firme ainda com trabalho, dinheiro é coisa quase que é quase incerto, as pessoas me dizem a todo o momento: Nossa, você engordou! , Você está gorda! Como se eu não soubesse disso. A minha auto-estima? Não sei onde está, perdi de vista. Olho-me no espelho e não me reconheço. Sofro com isso e estou gorda, obesa e não adianta o sofrimento, eu estou me sentido um MONSTRO DE GORDA! Estou com mais de 100 kg e NUNCA PENSEI QUE CHEGASSE A ISSO!
A balança, o espelho, as compras de roupas, ou o simples procurar roupas é um martírio para mim, quase não há lojas que vendem números grandes e também, querer comprar assim e admitir que Jamais volte a ser NORMAL, ter um peso regular. MINHA SAÚDE está comprometida, a pressão vive alterada e tomo mais de 10 remédios por dia!
Já iniciei várias dietas, nem emagreci nem consegui manter a rotina. Parece que meu cérebro não quer que eu emagreça, eu conscientemente luto por isso, emagrecer, ficar no peso ideal para meu bem estar físico, biológico e mental. Mas sinto que inconscientemente eu me boicoto.
Tenho horror às pessoas olhando o que como, quanto e quando como. Elas fazem isso só para censurar, torturar e dizerem: Viu porque você está gorda horrorosa? Não para de comer!
Mesmo que você tenha simplesmente começado naquele momento, é hora do café da manhã, ou do almoço. Ou você está numa festa, e tenta pegar o primeiro pedaço de qualquer coisa, mesmo líquido, como água. Eles tentam te controlar e te colocar no chão.
De repente tem tantos médicos, nutricionistas, personal trainer, de plantão para lhe dizerem o que você deve fazer para emagrecer. A primeira coisa e te colocar no chão, dizem e faz coisas que te fazem sentir um lixo, uma incompetente.
Eu sei o que devo fazer, sei (acho que sei) de como fazer, o que posso e quando e como posso comer e beber, mas eu não sigo isso.
Comprei uns produtos que me garantiram que emagrece, comecei a comer diariamente, então parei, o “treco” está guardado e eu simplesmente não como. Chás (verde, branco, qualquer cor) eu já bebi, também, remédios que prometem o milagre do emagrecimento.
Busquei até na internet, esses tipos de sites para buscar ajuda para emagrecer saudavelmente.
 Eu sei que o problema é psicológico, e, sozinha não vou conseguir nada!
Ano que vem... Lá vem outra promessa minha: Ano que vem, vou mudar minha vida, vou emagrecer os quilos que preciso e manter este peso por minha saúde física, biológica e mental. Vou buscar uma academia, acredito que precise também de uma ajuda psíquica. Tenho que encontrar grupo de apoio. Será que tem?
O pior desta gordura em excesso é a minha barriga, ou meu abdome que ganhou uma circunferência que me dar nojo e medo.
Me vesti de papai Noel, minha filha disse que isso era degradante, eu não havia pensado nisso, mas é. Eu gorda, horrível só podia mesmo me vestir deste velho gordo! Só que ele é bonachão, feliz e eu? INFELIZ!
AS roupas ficam enrrolando na cintura, estou com uma espécie de avental na barriga, estou feia. Me sinto FEIA e não quero mais estar perto das pessoas, elas me criticam, me dão conselhos como se eu não soubesse, como se eu estivesse assim porque quero. EU NÃO QUERO! EU QUERO SER MAGRA! EU ESTOU MAGRA!?
O que faço para me sentir mais magra? Emagrecer.
Como faço para conseguir níveis positivos?
Þ     Auto-estima
Þ     Peso normal
Þ     Saúde normal
Þ     Triglicerídios
Þ     Colesterol
Þ     Glicemia
Þ     Hipertensão.
Vou entrar numa academia;Vou andar para pensar; vou ser magra novamente.
Vou terminar minha pós-graduação e então terei mais tempo para alcançar isso e será logo no início do ano.
Em janeiro vou tirar uns dias de férias, vou andar buscar ajuda buscar parceria para minha atividade física e profissional.
Um dia da semana será meu. Caminhar. Academia, dormir...
Beber água mais de 6 vezes ao dia é a meta.

----ESTOU EMAGRECENDO, MEU PESO ESTÁ FICANDO CADA VEZ MENOR E ESTOU ENTRANDO NA NORMALIDADE!

EXPLICANDO A MENSAGEM ACIMA!
Meu peso normal não passava de 56 kg , fiquei assim até mais ou menos 26 anos, mas na minha casa, eu sempre fui considerada gorda, porque minhas irmãs pesavam entre 30 e 35 kg. 
Casada, mantive o peso até que aos 64 kg, achava que estava gorda. Ia começar uma dieta e engravidei. Conclusão: Ao invés de ganhar peso, eu perdi até ficar com ele abaixo do normal. Precisei de suplementos para não ficar doente. Cheguei ao final da gravides sem ganhar peso, mas parei de perder( eu vomitava até água e se pensava em comer ou beber, já estava vomitando, por isso emagreci muito, chegando a menos de 53 kg).
Bem, mantive isso, o peso entre 64 kg e 68 kg (Já estava acima do peso), tentava dietas e nada. Aos poucos cheguei aos 90 kg, fiquei nervosa e num tratamento com uma médica clinica geral, perdi os excessos. Mas ficava assim, um efeito sanfona (engorda – emagrece). 
Bem, foi quando cheguei aos 80 kg mencionados e nem sentia. Quando passei por aqueles problemas, já estava tentando voltar meu peso normal (68 kg, admitia isso devido a idade, mais de 35 anos), mas tive que desviar meus pensamentos para como conseguir pagar as contas! Comer era artigo de luxo! Então, comecei a andar, buscando trabalho, pensar, encontrar saída para meus problemas e o peso, o excesso dele foi esquecido e como disse, consegui emagrecer sem perceber.  
Depois eu consegui manter um peso em torno de 70 kg e estava bom. Me sentia bem, todos falavam que estava bonita e eu me sentia assim. Olhar no espelho ou experimentar roupas era legal.
Mas aí desandei a engordar, 76 kg, 79 kg e parei de ver, de pesar. Desespero total. Experimentar roupas e pesar era (é) um martírio!  resolvi buscar ajuda novamente e um dia fui a médica endocrinologista e ela me disse que estava com 88 kg e fiz um tratamento a base de dietas e remédios, perdi os excessos logo de primeira, mas em pouco tempo perdi também as condições de continuar pagando pela consulta e logo recuperei o peso perdido e mais alguma coisa.
Há pouco tempo, voltei a uma consulta com especialistas e me assustei e estou ate agora, ela disse que estava obesa, com 103 kg!  (Tenho agora 51 anos, estou na MENOPAUSA, meu sistema está lento, quase parado) DEUS DO CÉU, COMO CHEGUEI A ISSO?!
PRECISO DE AJUDA. foi o que escrevi, é o que escrevi na mensagem anterior!

CÍCERA MARIA

Nenhum comentário:

Loading...